2010

Residência Médica em Citopatologia - Hospital de Clínicas de Porto Alegre

O Serviço de Patologia do HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE está oferecendo um PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA EM CITOPATOLOGIA com um ano de duração para residentes em Anatomia Patológica que tenham concluído os três anos de residência em Patologia.

O programa apresenta um currículo fundamentado nos elementos necessários para a prestação do EXAME PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE CITOPATOLOGIA da SBC.
Portanto, é uma grande oportunidade para residentes que queiram iniciar a sua prática na especialidade com o pé direito!

Número de vagas: Uma
Pré - requisito- Três anos de Patologia
 
Entrar em contato com Dra. Maria Isabel Edelweiss:  mariaisabel.edelweiss@gmail.com

Edital

Residência Médica

A COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE, com sede a Rua Ramiro Barcelos, 2350 – 2º andar – sala 2227 – faz saber aos interessados que estarão abertas de 18/01/ 2010 a 25/01/2010, no horário das 9h às 11h30min. e  das 13h30min.  às  17h, inscrições ao Concurso para Médicos Residentes para as seguintes especialidades:
  
    PROGRAMAS                                                                    Nº de vagas
1. Anestesiologia:  área de atuação – Clínica da Dor                02 vagas
2. Cancerologia Cirúrgica (a)                                                 01 vaga
3. Cirurgia Cardiovascular (a)                                                01 vaga
4. Clínica Médica: área de atuação -  Medicina urgência (b)      03 vagas
5. Gastroenterologia: área de atuação -  Hepatologia (c)          01 vaga
6. Genética Médica                                                               01 vaga
7. Medicina de Trabalho                                                       01 vaga
8. Neurologia: área de atuação – Neurofisiologia Clínica (d)      01 vaga
9. Nutrologia Adulto                                                             01 vaga
10. Patologia: área de atuação – Citopatologia (e)                  01 vaga
11. Pneumologia: área de atuação – Endoscopia Respiratória (f)    01 vaga

As inscrições serão recebidas na COREME/HCPA – 2º andar – sala 2227 mediante o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 100,00 (Cem reais).  Este pagamento deverá ser efetuado no Banco do Brasil na conta nº 610.0007, agência 37982.  A prova escrita valendo 90% (noventa por cento) da seleção será realizada no dia 27 de janeiro de 2010 – 9h indicado pela COREME.

Os primeiros 03 classificados na prova escrita de cada programa serão submetidos à entrevista com argüição do currículo (valendo 5%) e análise de currículo (valendo 5%).

Para as inscrições (a) o candidato deverá apresentar comprovante de residência médica na área de Cirurgia geral.

Para as inscrições (b) o candidato deverá apresentar comprovante de residência médica na área de Clínica Médica.

Para as inscrições (c) o candidato deverá apresentar comprovante de residência médica na área de Gastroenterologia.

Para as inscrições (d) o candidato deverá apresentar comprovante de residência  médica na área de Neurologia.

Para as inscrições (e) o candidato deverá apresentar comprovante de residência médica na área de Patologia.

Para as inscrições (f) o candidato deverá apresentar comprovante de residência médica na área de Pneumologia.

Todos os programas acima deverão ser credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica.

                                       Porto Alegre, 16 de janeiro de 2010

         Prof. Alceu Migliavacca                               Prof. Amarilio Vieira de Macedo Neto
      Coordenador COREME/HCPA                                Presidente do HCPA

 

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE
SERVIÇO DE PATOLOGIA
PROGRAMA DE RESIDENCIA MÉDICA EM ESPECIALIDADES: CITOPATOLOGIA
Proposta de um ano de residência em especialidade

O Serviço de Patologia do HCPA COMEÇOU o programa de Residencia Médica desde os primórdios do Hospital. A duração inicial era de  dois anos e posteriormente, seguindo orientação da Sociedade Brasileira de Patologia,  de forma voluntária e, mais recentemente obrigatória, em três anos.
A área de Citologia, introduzida no programa vem representando parte da formação dos patologistas ocupando 20% da carga horária em R1, 15% em R2 e 20% em R3. Os residentes participam na Unidade de Citologia do HCPA ou em Serviços conveniados em outras faculdades ou estados  brasileiros.
Sabe-se que a Citologia é dedicada ao estudo das células, suas anormalidades e nos processos de doença. Tendo em vista o aumento dos custos com a Saúde, é necessária a formação de profissionais competentes em análises e métodos diagnósticos de baixo custo como a citologia. Também com o aumento de programas de screening de câncer no país, em várias especialidades de citologia diagnóstica e biologia molecular, o Serviço tem como objetivo implementar uma política de ampliação de vagas de residência médica para especialidade em Citologia, notadamente nas áreas especificadas e no diagnóstico de punções aspirativas.
Sabemos que a Citopatologia é uma especialidade reconhecida pela CNMR, CFM e AMB, conforme resolução 1763/05.( em anexo)

1-Recursos Didáticos
a.A equipe da unidade de citologia do HCPA será  responsável pelo treinamento do(a)  residente seja, na avaliação regular de casos rotineiros, bem como na organização e estudo de coleções de lâminas de casos usuais e não usuais.
b.A equipe  do Serviço de Patologia e dos professores  da unidade de Citologia poderão ministrar programa organizado de aulas, incluindo os residentes dos anos anteriores da patologia, realizar seminários e conferencias com os serviços clínicos.
c.Deverá ser oferecida oportunidade aos residentes de citologia de conhecer as técnicas de coleta de exames, técnicas de triagem de lâminas, técnicas de citopreparados, manipulação de amostras, noções de controle de qualidade e informática.
d.Há uma necessidade de aumentar a integração entre a Unidade de Citologia e o Serviço de Patologia em áreas não tão desenvolvidas e que são muito importantes, como a Clínica de Punções Aspirativas superficiais e profundas, sendo a última com provável localização junto ao setor de congelação e ambas em integração com o serviço de radiologia.

2-Recursos Humanos
a.A equipe permanente do serviço de patologia e da unidade de citologia contam com professores interessados em participar deste programa, adicionalmente aos fixos na Unidade que são 2 professores , 1 médica contratada e 5 citotécnicas
b.Os membros temporários são os Residentes de Patologia (R1,R2 e R3), estudantes de medicina e da escola técnica, e estagiários do Serviço.
c.Este pequeno número de profissionais é responsável por mais de 2000 citologias por mês atualmente.
3-Recursos Materiais
a.Unidade de Citologia – secretaria ( recepção)
b. Sala da chefia do Serviço, minibiblioteca e sala de reuniões com anexos
c.Sala das Citologistas e residentes,estagiários
d.Sala das citotécnicas
e.Sala de aulas( do Serv. Patologia)
f.Laboratório completo com técnicas de rotina
g.Laboratório do Centro de pesquisas para uso de técnicas moleculares
h.Laboratório de Análise de Imagem
i.Salas para arquivamento de materiais
j.Laboratórios de Apoio do Centro de Pesquisas
4-Atividades de ensino em Patologia e Citologia
a.Duas reuniões semanais
b.Cursos de Patologia  e Citologia
c.Discussão de casos interessantes
d.Reuniões com especialidades abordando os aspectos da citologia( mama, nefro, gastro, pediatria, hemato etc...)
e.Ensino de graduação em Patologia- FAMED-UFRGS
f.Estágio voluntário de acadêmicos
5-Programa de ensino
a.Área responsável: Serviço de patologia
b.Chefe do Serviço: Dr Antonio Carlos Pütten
c.Chefe da Unidade: Dr João Carlos Prolla
d.Professores e instrutores participantes:
i.Prof. Heloisa Folgierini
ii.Dra Ada R Diehl
iii.Professores do Serviço de patologia interessados em participar
e.Duração prevista- 1 ano   Carga horária total 2880 horas em 12meses
f.Publico alvo- Médicos com residência em Patologia
g.Vagas oferecidas- uma
h.Pré-requisitos- 3 anos de residência em Patologia
i.Critérios de seleção para ingresso- prova escrita, analise de currículo e entrevista-prova-oral  conforme estrutura da COREME-HCPA
6- Plano de Curso:
Objetivo: Organizar um programa de residência  capaz de proporcionar experiência  ao médico patologista  através de educação organizada e qualificada para se tornar um citopatologista.
O programa incluirá todos os aspectos da citopatologia, incluindo procedimentos laboratoriais, trabalho em laboratório, gerenciamento de laboratório, normas de controle de qualidade, cursos de autoinstrução ( internet), boa qualidade diagnóstica e de tratamento com pacientes, com tomada de decisões de condutas e essencialmente as bases científicas da citopatologia.
7- Programa a ser desenvolvido- Consta do proposto pela Sociedade brasileira de Citologia em seu site  http://www.portalsbc.com.br/titulo.asp
 
I.ASPECTOS GERAIS
1.A citopatologia nos diagnósticos clínicos e cirúrgicos.
2.Métodos de obtenção do material para estudo citopatólogico.
3.A citopatologia como ferramenta preventiva.
4.A citopatologia dos programas de política de saúde.
5.Condições pré-analíticas: requisição, orientação ao paciente, transporte das amostras, cadastro e sistemas informatizados de gestão laboratorial. Adequação das diferentes amostras citopatológicas.
6.Métodos de preparos das amostras citopatólogicas: fixação, concentração, preparo dos esfregaços, coloração e montagem.
7.Microscopia óptica e captura de imagens. Formatação de laudos.
8.Novas técnicas: meio líquido, imunocitopatologia, biologia molecular e automação.
9.Arquivamento. Técnicas de rastreabilidade.
10.Gestão da qualidade, controle interno e externo.
11.Biosegurança e meio ambiente.
12.Legislação e vigilância sanitária.
13.Acreditação laboratorial.


II.FISIOPATOLOGIA APLICADA A CITOPATOLOGIA
1.Ciclo celular.
2.Definição e conceituação dos diversos processos patológicos gerais.
3.Carcinogênese e nomenclatura oncólogica.

III.CITOPATOLOGIA ENDÓCRINA
1.Citopatologia vaginal funcional.
2.Citopatologia vaginal funcional. Aspectos patológicos.
3.Curvas colpocitólogicas, índices e demais métodos de avaliação funcional.
4.Diagnóstico funcional em obstetrícia e endocrinologia.
5.Urocitologia hormonal. Aplicação em Endocrinologia.


IV.CITOPATOLOGIA GINECOLÓGICA E SUA CORRELAÇÃO CITO-HISTOPATOLÓGICA

1.Nomenclatura ginecológica (internacional e brasileira).
2.Infecções e infestações. Correlação com os demais métodos complementares diagnósticos.
3.Processos inflamatórios (irritativos, degenerativos, reacionais e reparativos).Metaplasia escamosa. Aspectos citopatológicos e colposcópicos.

4.Aspectos citopatológicos e colposcópicos e histopatológicos: atipias de significado indeterminado. Lesões intraepiteliais. Neoplasias invasoras do colo uterino.

5.Citopatologia da vulva e vagina.
6.Citopatologia anal e perianal.
7.Citopatologia do endométrio e ovário.

V.CITOPATOLOGIA GERAL (ESFOLIATIVA, “IMPRINT”, RASPADO, LAVADO, ESCOVADO, FUNÇÃO DE AGULHA FINA E “CELL BLOCK”, PER-CIRÚRGICA):
1.Mama.
2.Aparelho respiratório.
3.Aparelho digestivo.
4.Aparelho urinário e genital masculino.
5.Ossos, articulações e partes moles.
6.Sistema nervoso. Líquor.
7.Citologia ocular.
8.Pele e mucosas.
9.Efusões.
10.Órgãos linfóides.
11.Glândulas endócrinas e exócrinas.


VI.BIBLIOGRAFIA SUGERIDA
1.Comprehensive Cytopatholgy – M. Bibbo – Saunders
2.The Art & Science of Cytopathology – Richard M de May – ASCP Press
3.The Bethesda System for Reporting Cervical Cytology- Second Edition – Springer
4.The Bethesda System for Reporting Cervical Cytolgy website (http://www.bethesda2001.cancer.gov)
5.Citopatologia – Grace T. Mckee – Artes Médicas.
6.Manual and Atlas of Fine Needle Aspiration – Orell –Sterrett – Walters – Whitaker - Churchil Livingstone
7.Cytopathology of the Uterus – A. Meisels, Carol Morin – ASCP Press
8.Citologia Ginecológica e suas bases anatomoclínicas – Cláudio Gompel – Leopold G. Koss – Editora Manole Ltda.
9.Diagnóstico Histopatológico e das lesões da mama – INCA – Ministério da Saúde – 2002
10.Nomenclatura Brasileira para Laudos Citopatológicos Cervicais e Condutas Clínicas Preconizadas – INCA – Ministério da Saúde – 2003
11.Diagnostic Cytology and its Histopathologic Bases – Leopold G. Koss – JB Lippincott Company
12.Manual de padronização de laudos histopatológicos – SBP
13.Color Atlas of differential diagnosis in exfoliative and aspiration cytopathology – Sudha R.Kini – Lippincott Williams and Wilkins
14.Pathology of early cervical neoplasia – Christoper P.Crum – Churchill Livingstone
15.Principles and Pratice of Surgical Pathology and Cytopathology – Silverberg Delellus and Frable – Churchil Livingstone

8-Critérios de avaliação: O residente será avaliado através de suas atividades desenvolvidas no período, conforme as normas da COREME-HCPA e será convidado a prestar o exame de especialidade da Sociedade Brasileira de Citologia ( atendendo aos quesitos da AMB, CFM e CNMR na resolução CFM N- 1763-05 p- 189-192) OU EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DO CERTICADO DE ATUAÇÃO NA ÁREA DE CITOPATOLOGIA

9-Recursos Necessários- Nenhum recurso diferente dos que já são utilizados na rotina do Serviço de Patologia para a realização de suas atividades.




Associação Médica Brasileira The Internacional Academy of Cytology Sociedad Latino Americana de Citopatologia
Vaga para Citotécnico em SP

O Grupo Fleury , São Paulo, oferece oportunidade de trabalho, uma vaga para atuar com Citologia.
Vaga para Citotécnico em BH

O Instituto Mário Pena, em Belo Horizonte, oferece oportunidade de trabalho, em seu Laboratório de Anatomia Patológica, na função de Citotécnico.
Diretrizes para o rastreamento do câncer do colo do útero entram em consulta pública

Sócios, por favor contribuam com sugestões ou comentários para as Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero.
Simpósio Itinerante de Citopatologia Ginecológica Recife 2015

Banner Itinerante de Citopatologia Ginecológica Recife 2015
Aulas da Dra. Dina Mody

Aulas já estão sendo enviadas para os e-mails cadastrados no site do congresso.
Resolução CFM nº 2.074/2014

Foi publicada no dia 28/07/2014 a Resolução CFM nº 2.074/2014 após reuniões entre a SBC e o Conselho Federal de Medicina.
Prorrogada a inscrição de Temas Livres

Prorrogada a inscrição de Temas Livres para o dia 08.08. 2014. Essa será a data limite e a oportunidade de você divulgar seus trabalhos científicos no XXIII Congresso Brasileiro de Citopatologia.
Lei 13.003 de 24 de junho de 2014

Médicos do Brasil têm garantido o reajuste anual nos contratos e a possibilidade de arbitramento da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
Inscrições nos Temas Livres no XXIII CBC - João Pessoa - PB

Encontram-se abertas até 25 de julho as inscrições dos Temas Livres do XXIII Congresso Brasileiro de Citopatologia - 2014.
XXIII Congresso Brasileiro de Citopatologia - João Pessoa - PB

Programação Preliminar já disponível. Inscrição Prorrogada até 20 de junho 2014.
XXIII Congresso Brasileiro de Citopatologia - João Pessoa - PB

Professores Internacionais Confirmados. Programação preliminar prevista para divulgação no dia 29 de maio de 2014.
Cervical Cytplogy Bethesda: Open comment invite-SBC

Revisão da Nomenclatura de Bethesda 2014
Agora é definitivo: Citotécnicos na CBO

Os citotécnicos já se encontram devidamente cadastrados na CBO. Parabéns pela conquista!
Atualizações das Portarias da QUALICITO

Encontra-se a disposição dos sócios. Documento norteador para a habilitação de Laboratório, tipo I e tipo II pela Qualificação Nacional em Citopatologia; Portarias 3388 e 176. Acesse os links.
Citotécnicos na Classificação Brasileira de Ocupações

É com muita satisfação, para nós que fazemos a atual diretoria da Sociedade Brasileira de Citopatologia, que anunciamos a inclusão dos citotécnicos na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) muito provavelmente em 2013 ou no mais tardar, início de 2014.
Carta ao Exmo. Ministro da Saúde Dr. Alexandre Padilha

Monitoramento Externo de Qualidade. A matéria na íntegra poderá ser acessada através da intranet.
Despacho 0216/2013 do CFM - direito de emitir laudos citopatológicos

Despacho 0216/2013 do CFM - direito de emitir laudos citopatológicos. A matéria na íntegra poderá ser acessada através da intranet.
Consolidado da Tabela CBHPM

Está disponível na intranet o consolidado da Tabela CBHPM referente aos procedimentos realizados na Citopatologia. Acesse e dê sugestões atualizadas para secretaria@citopatologia.org,br
Mensagem da diretora de defesa profissional Dra. Raquel Almeida

Informações sobre o Projeto de Lei da Regulamentação da Medicina.
Mensagem da Vice-Presidente Centro-Oeste Dra. Valéria A. N. Santos

Os sócios contam agora com o CITO NOTÍCIAS SBC onde poderão encaminhar suas contribuições e sugestões.
CITO NOTÍCIAS SBC

Informamos que a partir desse mês de março começará a circular por meio eletrônico o CITO NOTÍCIAS SBC. Você sócio, aproveite e utilize mais esse canal de informações! A Diretoria
Conselho Federal de Medicina (CFM) desenvolveu projeto CRM-Digital

O CFM desenvolveu projeto que permitirá o acesso dos médicos brasileiros a um novo modelo de cédula de identificação profissional.
Senado Federal - Dispõe sobre o exercício da medicina

SCD 268/02 - Dispõe sobre o exercício da Medicina.
Eleita a nova Diretoria para o biênio 2013-2016

A diretoria será empossada na Assembléia Geral Extraordinária(AGE) convocada para o dia 07 de dezembro de 2012, durante o evento - “Revisitando a punção aspirativa (PAAF)” e “Workshop em Punção Aspirativa (PAFF)” em Curitiba.

Associação Médica Brasileira
The Internacional Academy of Cytology
Sociedad Latino Americana de Citopatologia

Intranet


 





Home | A SBC | Diretoria | Estatuto | História | Associe-se | Citonet | Artigos Científicos | Legislação | Título de Especialista |
Notícias | Informe SBC | Eventos | Links | Fale Conosco

SBC - Rua Siqueira Campos, 43, sala 736, Copacabana, CEP:22031-901 - Rio de Janeiro/RJ, Telefone (21) 2255-7502